ISSN 2077-2874
versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

A revista EDUMECENTRO constitui o órgão científico informativo dos educadores nas ciências de saúde na região central do país, mas é extensiva aos docentes que laboram nas universidades de ciências médicas de Cuba e do mundo, assim como a todos os professores da educação superior interessados nestas temáticas.
Tem como sede a Faculdade de Medicina da Universidade de Ciências Médicas de Villa Clara, e está respaldada pela Sociedade Cubana de Educadores em Ciências da Saúde de Cuba. Tem uma frequência de saída quadrimestral em versão eletrônica e sua direção de acesso é:  http://www.edumecentro.sld.cu 

MISSÃO

Divulgar os resultados do trabalho científico dos educadores em ciências da saúde, cujos itens cumprir os requisitos estabelecidos para publicações científicas, operação estável e de qualidade sustentados em conformidade com a sua política editorial e o trabalho dos revisores, a melhoria constante dos membros dos seus órgãos, especialistas e usuários; ampliando a visibilidade de seus artigos a serem indexados em nível nacional e internacional e incentivar o seu citationality; todos os que contribuem para o desenvolvimento da educação médica e promove o intercâmbio de produção científica dos professores das comunidades científicas diferentes.

PERFIL TEMÁTICO:

  • História e desenvolvimento da educação médica
  • Qualidade e pertinência dos processos formativos.
  • Desenho curricular e seu aperfeiçoamento nas carreiras de Ciência e Saúde.
  • Os processos de avaliação e convalidação nas Universidades Médicas.
  • Tecnologias da informação e da comunicação nas transformações dos processos universitários.
  • A universalização do ensino superior em Ciências da Saúde.
  • As ciências da educação e suas didáticas especiais.
  • Educação de pós- graduação suas transformações.
  • Extensão universitária e suas potencialidades.
  • Universidade Médica e desenvolvimento sustentável.
Tipos do artigos

Artigo Original.  Suas partes constituintes serão: introdução, desenvolvimento, conclusões e terão uma extensão de dez folhas aproximadamente, (sem contar a primeira folha, as referências e os anexos). Permitirá um máximo de seis autores. O número de referências bibliográficas não será menor de 11. Não pode faltar o resumem. Na introdução se menciona o estado da arte na temática que abarca a problemática existente no seu contexto e a finalidade que perseguem os autores. No desenvolvimento se organiza por capítulos e nunca devem faltar os métodos implicados, o tipo de estudo, período em que se realiza, entre outros, assim se informará os principais resultados, discussão e finalmente deixar esclarecidas suas conclusões.

Artigo de Revisão.  Consta de introdução e logo o texto se divide por subtítulos para separar aspectos do conteúdo tratado. Neste tipo de publicação há que deixar bem definidas as idéias que defende o autor. As conclusões geralmente se encontrão, contidas nos capítulos ou subtítulos, mas ao finalizar, devem deixar explícitas as idéias essenciais planeadas pelo autor. Extensão máxima de 20 folhas, (sem contar a primeira folha e as referências). O número de referências bibliográficas não deve ser menor de 15 e devem ter uma atualização de 90% dos últimos cinco anos. Só admitirá um máximo de quatro autores. Não pode omitir o resumem.

Comunicação.  São resultados de investigações educacionais que se expressam de forma sintética, com aspectos novos o ponto de vista do autor. Sua extensão máxima será de quatro folhas e pode ter de 6 a 10 referências bibliográficas. Admitirão até três autores. Deve apresentar com resumem.

Cartas ao Editor.  Estão dirigidas a rápida divulgação de algum descobrimento de natureza controvérsia, ou que propicie o debate científico. Também pode expressar as características de algum produto de utilidade. É um texto único sem resumo, com um máximo de quatro folhas e não excederá de 10 revisões bibliográficas. Só admitirá até três autores.

Editorial.  Representa idéias do autor com caráter analítico e serve para defender uma tese ou para abarcar um tema de importância e atualidade, geralmente, tratasse um só tema, mas também pode dedicar a dois temas ou mais, quando se considere de similar envergadura. Se o editorial se subdivide, é indispensável que cada seção seja precedida do seu próprio titular. Sempre realiza por encargo através da direção da revista.

Historia.  Resultam artigos relacionados com a história da docência médica. Da medicina, instituições formadoras, bibliografia de figuras relevantes, ou de outro interesse. Devem expressar o resultado de um processo inquirido ou as vivências do autor. Suas partes constituintes serão uma introdução e as idéias se demonstraram por capítulos ou seções. Pode ter até um máximo de 20 folhas e um mínimo de 10 referências bibliográficas. Só admitirá um máximo de quatro autores.

 

Forma e preparação de manuscritos

Os artigos devem cumprir os seguintes requisitos:

A primeira página conterá:

  • Nome da instituição que auspicia o trabalho.
  • Tipo do artigo
  • Título. Não excederá de 15 palavras, deve ser claro e conciso, não deve ter siglas nem abreviaturas.
  • Nome e sobrenome completo de todos os autores, ordenados de acordo a sua participação, separados por ponto e vírgula e numerados com um super índice, (que indique grau científico, categoria docente ou investigativa de cada um), e-mail, telefone, direção particular e centro de trabalho. Consignará aqui o autor responsável da publicação e da correspondência.

Na segunda página inclui o resumem e as palavras chave.

Pode implicar o resumem informativo ou tradicional: (150 palavras) ou estruturado (200 palavras, si estrutura em apartados), e realizaram informação fundamental. Redigirá no passado e deve modelar o objetivo, procedimentos implicados, resultados relevantes e principais conclusões, assim como qualquer aspecto novo. Com respeito às palavras chave implicaram entre 3 e 10 términos do resumo e em ordem de importância.

A partir da terceira página se registra o conteúdo do artigo.

  • Artigo Original.  Suas partes constituintes serão: introdução, desenvolvimento, conclusões e terão uma extensão de dez folhas aproximadamente, (sem contar a primeira folha, as referências e os anexos). Permitirá um máximo de seis autores. O número de referências bibliográficas não será menor de 11. Não pode faltar o resumem. Na introdução se menciona o estado da arte na temática que abarca a problemática existente no seu contexto e a finalidade que perseguem os autores. No desenvolvimento se organiza por capítulos e nunca devem faltar os métodos implicados, o tipo de estudo, período em que se realiza, entre outros, assim se informará os principais resultados, discussão e finalmente deixar esclarecidas suas conclusões.
  • Artigo de Revisão.  Consta de introdução e logo o texto se divide por subtítulos para separar aspectos do conteúdo tratado. Neste tipo de publicação há que deixar bem definidas as idéias que defende o autor. As conclusões geralmente se encontrão, contidas nos capítulos ou subtítulos, mas ao finalizar, devem deixar explícitas as idéias essenciais planeadas pelo autor. Extensão máxima de 20 folhas, (sem contar a primeira folha e as referências). O número de referências bibliográficas não deve ser menor de 15 e devem ter uma atualização de 90% dos últimos cinco anos. Só admitirá um máximo de quatro autores. Não pode omitir o resumem.
  • Comunicação.  São resultados de investigações educacionais que se expressam de forma sintética, com aspectos novos o ponto de vista do autor. Sua extensão máxima será de quatro folhas e pode ter de 6 a 10 referências bibliográficas. Admitirão até três autores. Deve apresentar com resumem.
  • Cartas ao Editor.  Estão dirigidas a rápida divulgação de algum descobrimento de natureza controvérsia, ou que propicie o debate científico. Também pode expressar as características de algum produto de utilidade. É um texto único sem resumo, com um máximo de quatro folhas e não excederá de 10 revisões bibliográficas. Só admitirá até três autores.
  • Editorial.  Representa idéias do autor com caráter analítico e serve para defender uma tese ou para abarcar um tema de importância e atualidade, geralmente, tratasse um só tema, mas também pode dedicar a dois temas ou mais, quando se considere de similar envergadura. Se o editorial se subdivide, é indispensável que cada seção seja precedida do seu próprio titular. Sempre realiza por encargo através da direção da revista.
  • Historia.  Resultam artigos relacionados com a história da docência médica. Da medicina, instituições formadoras, bibliografia de figuras relevantes, ou de outro interesse. Devem expressar o resultado de um processo inquirido ou as vivências do autor. Suas partes constituintes serão uma introdução e as idéias se demonstraram por capítulos ou seções. Pode ter até um máximo de 20 folhas e um mínimo de 10 referências bibliográficas. Só admitirá um máximo de quatro autores.

Última página as referências bibliográficas: Se apresentarão segundo as Recomendaciones del estilo de Vancouver, se anotaram numericamente por ordem de aparição no texto, ao final do trabalho e devem estar atualizadas (últimos cinco anos).

Tabelas, figuras e anexos.

  • O tamanho das tabelas não deve exceder das margens estabelecidas para o texto de trabalho. As tabelas e anexos deverão ter seu título e a fonte dos dados representados. Intercalarão no artigo e em forma vertical, numerada consequentemente e mencionadas previamente no texto.
  • As fotografias, gráficos, desenhos, esquemas, mapas, outras representações gráficas e formas não lineais, se denominarão figuras e terão numeração arábica consecutiva, serão integradas independentemente do texto e em formato jpg e gif. Todas se mencionarão no texto e deveram está acompanhada de nota explicativa que não deve ilustrar no interior das ilustrações.

NOTA: A apresentação do título e do resumo do artigo em idioma inglês se realizará pelo equipo de redação desta revista.

 

Envio de manuscritos

Os embarques são feitos através da plataforma OJS, seguindo as regras estabelecidas nas orientações para os autores, no seguinte endereço: http://www.revedumecentro.sld.cu

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Licencia Creative Commons

Todo o conteúdo deste periódico, EDUMECENTRO, está licenciado sob uma
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.es_ES

 

Universidad de Ciencias Médicas de Villa Clara
Carr. de Acueducto y Circunvalación
Santa Clara, C.P. 50200 Villa Clara, CUBA.
Tel.:53 42 273597


edumecen@infomed.sld.cu