ISSN 1815-5901
versão online

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

 

Escopo e política

Tema e Âmbito da revisão
Dentro da revista aborda temas que incluem: Aplicações Industriais, aplicação informática, trabalho teórico e experimental. Inclui também, a pesquisa no campo da geração distribuída e energias renováveis: eólica, biomassa, solar. Ele também inclui contribuições específicas de técnicas de alta tensão, subestações diagnóstico de centrais e elétricas, eletrônica de potência, motores elétricos, sistemas de energia, eficiência energética, geradores de vapor, turbinas a vapor e compressores de gás, refrigeração e instalações de cogeração.

 

Forma e preparação de manuscritos

Guia para os autores de artigos á publicar na revista Ingeniería Energética

Author guidelines for ingeniería energética proceedings manuscript


Santiago Alfredo - Dorrbercker Drake
Olga - López Prado
Adrián - Agüero Avila

Resumo/Resumen/ Abstract

O Resumo não deve apresentar nenhuma informação ou conclusão que não figure no artigo. Deve escrever-se em Português e em Inglês (abstract), em um só parágrafo e não deve conter citações, tabelas, referências ou expressões matemáticas. Deve escrever-se no pretérito, dado que se refere a um trabalho já realizado. O resumo (abstract) deve ter entre 140 e 150 palavras,e devem-se expressar brevemente os resultados obtidos e os métodos utilizados para alcançá-los.

As palavras-chave devem ser suficientes para deixar claramente definidos o objeto e a área do conhecimento abordados no artigo, não devendo ser mais do que cinco, organizadas em ordem alfabética. As mesmas deverão constar em espanhol e em inglês.
Palavras-chave: normas de redação, publicação científica, publicação em periódico.

El Resumen no debe presentar ninguna información ni conclusión que no figuren en el artículo. Debe escribirse en idioma español e inglés (abstract), en un solo párrafo y no debe contener citas, tablas, referencias ni expresiones matemáticas. Debe escribirse en pretérito, porque se refiere a un trabajo ya realizado. La extensión del resumen (abstract) no debe ser mayor de 150 palabras ni menor de 140, donde se expresen brevemente los resultados obtenidos y los métodos utilizados para alcanzarlos.
Palabras clave: normas de redacción, publicación científica, publicaciones seriadas.


The abstract should not present any information or conclusions that do not appear in the article. Should be written in Spanish and English (abstract), in one paragraph and should not contain citations, tables, references and mathematical expressions. Should be written in past tense, because it refers to a finished. The abstract (abstract) should not exceed 150 words or less than 140, which express briefly the results and methods used to achieve them.
Key words
: template, scientific publications, serial publication.


INTRODUÇÃO

Esta guia inclui uma descrição completa com referências ao tipo de fonte, espaçamento e layout da página requeridos para a apresentação de artigos candidatos a publicação na Revista Científica Ingeniería Energética. Os manuscritos devem ser escritos em idioma espanhol, inglês ou português, respeitando a nomenclatura especializada estabelecida. Os termos em um idioma diferente ao empregado na redação do artigo devem escrever-se em itálico. Para a seleção dos trabalhos a publicar na Revista Científica Ingeniería Energética, o Comitê Editorial avalia os artigos enviados segundo a correspondência com as temáticas declaradas de interesse, a originalidade e inovação, a qualidade do conteúdo e da estrutura, a atualidade e importância das referências bibliográficas e, em geral, o cumprimento das normas de publicação estabelecidas por a revista. Se um artigo não cumpre estes requisitos, será recusado ou devolvido os autores para que as eventuais pendências sejam corrigidas. O encaminhamento do artigo à etapa seguinte no processo de publicação só ocorrerá uma vez que o mesmo cumpra os requisitos anteriormente declarados.

 

FORMATO DO DOCUMENTO
O artigo deve ser escrito em formato A4, (21 cm x 29,7 cm). As margens superior, inferior e direita devem ter 2,5 cm, e a margem esquerda será de 3 cm. Todo o conteúdo dos documentos apresentados (incluindo o texto, as ilustrações e tabelas) deverão estar incluído na área designada para isso. Os artigos devem ser enviados em formato digital compatível com Microsoft Word 2007 (.doc).

Extensão dos trabalhos
O texto de um artigo original, com a inclusão de figuras e tabelas, não deve ser maior de dez (10) páginas. Estes limiteis só podem ser excedidos se houver prévia consulta e autorização do Comitê Editorial da revista.

Fontes a empregar
No corpo do artigo se empregam os seguintes tipos de fonte:

• Título no idioma de redação (Estilo «Título»): Impact de tamanho 16.

• Título no idioma inglês (Estilo «Tít_inglés»): Impact cursiva de tamanho 16.

• Para os títulos de seção (Estilo «Título 1»): ARIAL BLACK TAMANHO 10, MAIÚSCULAS.

• Para os títulos de subseção, segundo nível (Estilo «Título 2»): Arial negrito de tamanho 10.

• Para os subtítulos de subseção, terceiro nível (Estilo «Título 3»): Arial negrito, cursiva de tamanho 10.

• Para os autores, o resumo (em ambos idiomas), as palavras-chave, o corpo do documento e as referências se emprega (Estilo «Normal»): Arial de tamanho 10.

• Para as legendas de figuras (Estilo «Epígrafe»): Arial negrito de tamanho 9.

• Para os encabeçados de tabela (Estilo «Entabela»): Arial negrito de tamanho 10. .

Numeração e Marcadores
A Numeração de parágrafos será empregada de forma excepcional e, como se mostra abaixo, só até dois níveis:
  1. Primeiro nível da enumeração de parágrafos.
      a. Segundo nível da enumeração de parágrafos.
As marcadores serão empregadas de forma excepcional e, como se mostra abaixo, só até dois níveis. Devem-se empregar sempre os marcadores exemplificados. Em nenhum caso deve-se empregar imagens como marcadores.
   •
       ▪
Ilustrações
Cada Figura ou Foto deverá ter uma legenda enumerada (exemplo Fig. 1.), seguido de uma informação breve, porém suficientemente explicativa, de forma que seja interpretável sem haver necessidade de referir-se ao texto. A numeração e o título das Figuras e Fotos se situarão imediatamente abaixo das mesmas. As figuras poderão ser processadas no editor gráfico de preferência do autor, e deverão ter resolução de 72 pp. As fotografias nítidas. No corpo do texto, as figuras devem ser citadas por seu número, por exemplo, figura 1. Na fig.1, ilustração de exemplo, pode-se observar que apenas o rótulo e o número estão em negrito. Cada Figura ou Foto deve estar contida em uma caixa de texto e aparecer imediatamente depois de ser citada. Todos os caracteres que apareçam na mesma devem ser perfeitamente legíveis.

Tabelas
As tabelas deverão estar incorporadas no arquivo Word, com total acesso de formatação. Todas terão na legenda um título enumerado que formará parte da mesma (por exemplo Tabela 1.), seguido de uma informação breve, porém suficientemente explicativa, de forma que se possa entender seu conteúdo sem haver necessidade de referir-se ao texto. A numeração e o título das tabelas se situarão acima das mesmas. No texto corpo do texto a deverá ser citada por seu número, por exemplo, tabela 1. Na Tabela 1, de exemplo, pode-se observar que só o rótulo e o número estão em negrito. Cada tabela deve estar contida em uma caixa de texto e aparecer imediatamente depois de ser citada.

Sistema SI
Salvo nos casos em que possa ser inadequado (por exemplo, a energia elétrica sempre é indicada em MWh e não em J), sempre será empregado o Sistema Internacional de Unidades de Medida (SI). Se for conveniente para a melhor compreensão do tema tratado, após a apresentação do valor numérico seguido da unidade no SI, pode-se citar, entre parênteses, a magnitude e a unidade em outro sistema de unidades. Recomenda-se o emprego de, no máximo, cinco algarismos significativos. Todas as unidades devem estar separadas por um espaço dos valores numéricos (por exemplo: 450 kW). Os símbolos tais como por cento (%), por mil (‰) e graus devem ser sempre colocados adjacentes aos valores numéricos (por exemplo: 10 %, 4 ‰, 30 °C). Os valores numéricos e as unidades correspondentes, ou os símbolos anteriormente relacionados, deverão aparecer na mesma linha; por exemplo:
Incorrecto: A potência de saída do gerador supera os 700 MW
Correcto: A potência de saída do gerador supera os 700 MW

Para inserir um espaço em branco que não permite quebra de linha, use <CTRL>+<SHIFT>+Espaço.
As variáveis que não estão dentro de uma fórmula serão em Times New Roman, itálica. O tamanho dependerá do estilo do parágrafo onde as mesmas eles foram escritas.



As fórmulas e equações matemáticas devem ser separadas dos parágrafos adjacentes por uma linha, centralizadas e enumeradas consecutivamente a sua direita. Imediatamente após as equações deve-se colocar uma descrição das variáveis que a compõem. Não é recomendável o uso do editor de equações incorporado a Microsoft Word 2007 . Recomenda-se o uso do editor de equações MathType. Abaixo segue (1), uma equação de exemplo, e logo em seguida as definições de suas variáveis..

Em que IAbs(30s) e IAbs(60s) son las intensidades de absorción a los 30 y 60 segundos, respectivamente, I(30s) e I(60s) são as intensidades de corriente medidas a los 30 y 60 segundos, respectivamente e I0 é a corrente de condução. Las variables dentro del texto deben venir en formato word y NO en ningún editor de ecuaciones.

A simbologia utilizada nas equações e no texto devem ser das que aparecem no mapa de caracteres da letra Verdana. Pode  utilizar toda a simbologia deste mapa. Ver figura 2.

ESTRUTURA DO ARTIGO
Os artigos se divide em:

1. Partição primária (Título de seção);

2. Partição de segunda ordem (Títulos de subseção);

3. Partição de terceira ordem (Subtítulos de subseção). Invariavelmente o artigo constará de:

1. Introdução A introdução deve proporcionar ao leitor uma visão breve e suficiente do objetivo do artigo e o marco teórico que o sustenta. Após a introdução se apresenta a estrutura do artigo, as seções devem seguir uma ordem explicativa e clara dos aspectos relevantes de sua pesquisa.

2. Material e Métodos Nesta seção, que pode ter um título diferente, devem-se descrever as amostras e objetos de estudos, o arranjo experimental e suas características gerais relevantes ao estudo.

3. Resultados Nesta seção, que pode ter um título diferente, devem-se descrever os resultados obtidos.

4. Discussão de Resultados Nesta seção se devem retomar os resultados obtidos e se comparar com outros previamente obtidos explicitando-se implicações práticas e teóricas dos mesmos. Ainda nesta seção mencionam-se investigações futuras, assim como possíveis usos dos resultados e tendências sobre a temática ou problema abordado. Levam-se em conta possíveis objeções, limitações e comentários dos resultados.

5. Conclusões Nesta seção se devem ressaltar os aportes mais importantes, além de realizar-se uma comparação com outros prévios e suas limitações, se houver, sugerindo possíveis investigações para sua redução. Aqui também devem-se propor as aplicações imediatas e possíveis aplicações futuras, bem como recomendações para a reprodução ou extensão dos resultados publicados. Em todos os casos se evitará repetir o texto do resumo.

6. Referências bibliográficas As referências são importantes para o leitor e devem estar corretas e completas. É praticamente impossível a comprovação editorial da correção de todos os dados (autores, títulos, revista, congresso, volume, número, páginas, data, etc.). Contudo, a revisão das referências será feita no tocante ao seu estilo e completude. Contudo, um erro nos dados de uma referência diminui o valor do artigo. As referências devem ser relativas a publicações e documentos de acesso público em geral por vias ordinárias (livros, artigos de revista, artigos de congressos, patentes, teses, dissertações, trabalhos de conclusão de curso, anais de conferências, notas de aplicação e informes técnicos accessíveis de empresas, departamentos universitários e centros de pesquisa).

Não devem incluir-se nesta seção fontes tais como:
 • Cursos de pós-graduação.
 • Preparação ou qualquer outro documento não publicado.
 • Manuais de cursos, software, equipes, instrumentos, etc.
 • Documentos, livros não publicados e monografías.
 • Software, manuais dos softwares e páginas web.
 • Revistas não registradas, sem ISSN ou revistas não científicas.
 • Documentos procedentes de páginas web em internet não reconhecida pelo seu rigor científico, como por exemplo: Wikipedia, monografías.com, elrincondelvago.com, redes sociales, sitios.com, etc.
 • Eventos não reconhecidos e cujos anais não possuem ISBN, incluindo fóruns, congressos nacionais, internacionais, etc.
 • Programas de televisão e artigos de jornais.
 • Programas de disciplinas, cursos e programas de ensino.
 • Catálogos, folhetos e boletins imformativos.
 • Normas de empresas ou outras entidades não reconhecidas internacionalmente.
 • Trabalhos de eventos não reconhecidos internacionalmente.
 • Teses de doutoramento que não têm o ISSN e que não são publicadas na internet.
 • Qualquer outro tipo de documento não acessivel ao público em geral.


Se uma referência desta natureza é absolutamente essencial, poder-se-á agregar ao texto entre parênteses. Na bibliografia pode-se incluir um trabalho que tenha sido aceito para publicação, mas ainda não publicado, citando-se nome da revista seguido de “aceito para publicação”.
Use a maior quantidade possível de referências atualizadas e de qualidade, principalmente as publicadas nos últimos 5 anos e procedentes de revistas científicas nacionais e internacionais. Evite auto-citações, tanto do autor como da revista Ingeniería Energética.
Qualquer informação que não seja do seu experimento e não seja “de conhecimento comum”, deve ser reconhecida por uma citação. As referências devem ser feitas no final da frase em que se apliquem, devendo evitar-se listar ao final de um só parágrafo mais de 4 referências (exceto se forem realmente indispensáveis), como por exemplo: [1-3; 4; 7; 10; 12].
No se aceitarão artigos com menos de 10 referências e todas devem citar-se no texto, assim como todas as referências citadas no texto, devem figurar na seção de referências.
Será usado o sistema de citações numéricas de referências. Este sistema remete à citação da obra de procedência mediante um número que se refere a uma lista de obras presente no final artigo, na seção de referências. Estas devem estar identificadas com uma numeração consecutiva entre colchetes e agrupadas ao final do texto na ordem de aparição. Nas frases não se refira ao número da referência (exemplo “como em [1]”). Tal número deve ser citado ao final da frase, sempre antes dos sinais de pontuação. As referências múltiplas devem se enumerar separadas por um hífen (exemplo: [1-3]). Caso deseje-se mencionar o nome de um autor, deve-se fazê-lo no contexto da frase, escrevendo o último sobrenome do autor e o ano da obra consultada entre parêntesis. Ao finalizar a idéia expressada por esse autor, coloque o número correspondente a essa referência. Exemplo: Anglada (1999) define … [8].
Qualquer referência que não aparece em alfabeto latino deve ser transliterada de acordo com as normativas internacionais.

O critério de criação de referências bibliográficas (conteúdo, forma e estrutura) que tem que ser cumprido para que o artigo seja enviado à revisão, é o estabelecido pelas normas (ISO 690:2010, Mod.) y la NC ISO 690-2.

Serán enumeradas por orden de aparición y cumplirán con:
Al menos el 70 % debe pertenecer a los últimos 5 años.
Al menos el 70 % serán referencias extranjeras.
Un 40% debe pertenecer a trabajos disponibles en Internet.
Debe existir una correspondencia de 70/25/5 en artículos de publicaciones seriadas,libros, monografías, manuales y otros tipos, entre las referencias utilizadas.
Se citarán como publicados en cualquier medio, aquellos trabajos que han sido editados por entidades reconocidas: universidades, centros de investigaciones, organismos internacionales, empresas de alto nivel, etc.
La referencia a un documento en Internet debe mostrar la url completa y la fecha en que fue consultado
.


São exemplos:

  • O conteúdo, forma e estrutura dos Textos Eletrônicos, Bases de Dados e Programas Informáticos, tanto se são accessíveis on-line, como se estão em mídia óptica ou magnética (disquete, fita magnética, CD-ROM, etc.) devem responder ao modelo seguinte:

Autor principal. Título [tipo de suporte]. Edição. Autor(s) secundário(s). Lugar de publicação: editor, data de publicação, data de atualização/revisão. [Data de consulta] (Coleção). Número normalizado. Disponibilidade e acesso. Notas [1-2].

  • O conteúdo, forma e estrutura das Colaborações em Textos Eletrônicos, Bases de Dados e Softwares devem responder ao modelo seguinte:

Autor principal (de a colaboração). “Título” (de a colaboração). Em: Autor principal (do documento fonte). Título (do documento fonte). [Tipo de suporte]. Edição. Autor secundário (do documento fonte). Lugar de publicação: editor, data de publicação. Numeração e/ou localização da colaboração dentro do documento fonte. Data de atualização/revisão. [Data de consulta]. Número normalizado. Disponibilidade e acesso. Notas [3-5].

  • O conteúdo, forma e estrutura das Revistas Eletrônicas, Série Completa ou Volume Inteiro de uma Série devem responder ao modelo seguinte:

Título [tipo de suporte]. Edição. Lugar de publicação: editor, data de publicação. [Data de consulta] (Coleção). Número normalizado. Disponibilidade e acesso. Notas [6-7].

  • O conteúdo, forma e estrutura das Anais de eventos em mídia eletrônica. Artigos e Contribuições em publicações devem responder ao modelo seguinte:

Autor principal (de a colaboração). “Título (de a colaboração)”. Título (de a publicação em série). [Tipo de suporte]. Edição. Lugar de publicação: Editorial, data de publicação. Número do fascículo. Localização da parte dentro do documento fonte. [Data de consulta]. Número normalizado Disponibilidade e acesso. Notas. [8-9].

  • O conteúdo, forma e estrutura dos Boletineis Eletrônicos, Listas de Discussão e Mensagens Eletrônicas devem responder ao modelo seguinte:
Autor da mensagem Título da mensagem. Título do sistema de mensagens [tipo de suporte]. Data da mensagem. Hora da mensagem. [Data de consulta]. Disponibilidade e acesso [8-9].

Exemplo do Referências

[1]. CASTRO, U., "Modelado del compensador estático de Vars para estudios de flujos de potencia y de estabilidad angular transitoria". [en línea], Dr. Ruiz; D., [Tesis en opción a Master en Ciencias en Ingeniería Eléctrica], México DF: Instituto Politécnico Nacional, diciembre 2007, [consulta: 21 de noviembre del 2010], Disponible en:
http://itzamna.bnct.ipn.mx:8080/dspace/bitstream/123456789/3959/1/MODELADODELCOMPEN.pdf

Nota: Cuando hablamos de linealidad dentro de las referencias quiere decir que debe escribirse en el siguiente orden.
Este es el caso de la referencia 1
Autor(es), "Titulo". [nota], Tutor, [nota], ciudad: casa publicadora, fecha, [consulta:], Disponible en: url

[2]. AMBRIZ-PEREZ, H.; et al., "Advanced SVC models for Newton-RaphsonLoad Flow and Newton Optimal Power FlowStudies". [en línea], IEEE Transactions on Power Systems, febrero 2000, vol.15, n.1, p. 129-136, [consulta: 10 de noviembre del 2010], Disponible en: http://www.itcj.edu.mx/alumnos/Feb2010/Eca/ARTICULO%202.pdf, ISSN 0885-8950.

Este es el caso de la referencia 2
Autor(es); et al., "Titulo". [nota], fecha, volumen, páginas, [consulta:], Disponible en: url

[3]. CHERNEY, E., "RTV Silicone Rubber Pre-Coated Ceramic Insulators for Transmission Lines". En: presented at the X Congreso Internacional en Alta Tensión y Aislamiento Eléctrico, ALTAE. La Habana, Cuba, 2011.
Este es el caso de la referencia 3
Autor, "Titulo". En: nota(Título del congreso). Ciudad, País, fecha.

[4]. HUAFENG SU, Z. J.; et al., "Mechanism of contaminant accumulation and flashover of insulator in heavily polluted coastal are". IEEE Transactions on Dielectrics and Electrical Insulation. Octubre 2010, vol.17, n.5, p. 1635-1641, ISSN 1070-9878.

[5]. MEYER, L.; et al., "The effect of ATH and silica on tracking and erosion resistance of Silicone rubber compounds for outdoor insulation, presented at the Electrical Insulation". En: Conference Record of the 2002 IEEE International Symposium on. Boston, MA, USA, 2002, p. 271-274, ISBN 0780373375.

[6]. LESIEUTRE, B.H.; et al., "An Improved Transformer Top Oil Temperature Model for Use in An On-Line Monitoring and Diagnostic System". EEE Transactions on Power Delivery. 1997, vol.12, n.1, p. 249-256, ISSN 0885-8977.
Este es el caso de la referencia 6
Autor, et al., "Titulo". EEE. fecha, volumen, numero de año, paginas, ISSN.

[7]. SUSA, D.; MATTI, L., "Dynamic thermal modeling of power transformers: Further Development: Part I". IEEE Transactions on Power Delivery. 2006, vol.21, n.4, p. 1961-1970, ISSN 0885-8977.

[8]. SUSA, D.; MATTI, L., "Dynamic thermal modeling of power transformers: Further Development-Part II". IEEE Transactions on Power Delivery. 2006, vol.21, n.4, p. 1971-1980, ISSN 0885-8977.

Este es el caso de las referencias 7 y 8
Autor(es), "Titulo: Subtitulo". IEEE. fecha, volumen, numero del año, paginas, ISSN.

[9]. PÉREZ, R.; FERNÁNDEZ, Sergio, "Sistema de Diagnostico de Transformadores de Potencia a Distancia". [en línea], 2006, vol.10, n.41, p. 269-275, [consulta: octubre del 2010], Disponible en: http://www.scielo.org.ve/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=1316-482120060005&lng=es&nrm=iso

[10]. MANZANO, Eduardo, "Estudio de una metodología para evaluar la calidad del servicio del alumbrado urbano". [Tesis doctoral], Universidad Politécnica de Catalunya, 2000.

[11]. ARRILLAGA J.; WATSON, N. R., "Computer Modeling of Electrical Power Systems". 2nd Edition, New York: John Wiley & Sons, 2011, ISBN 0470872490.

[12]. LUÍS SAINZ, M. C.; et al., "Study of Electric System Harmonic Response". IEEE Transactions on Power Delivery. Abril 2004, vol.19, n.2, p. 868-874, ISSN 0885-8977.

AUTORES
Nome e apelido dos autores, categoria docente, científica e ocupação profissional, organização detalhada, cidade e país. e-mail:


Ejemplo:
Héctor Silvio Llamo Laborí
Ingeniero electricista, Doctor en Ciencias Técnicas, Profesor Titular, Centro de Investigaciones y Pruebas Electroenergética, CIPEL. Instituto Superior Politécnico José Antonio Echeverría, Cujae, La Habana, Cuba.
e-mail: hllamo@electrica.cujae.edu.cu

Declaração de Direito Autoral

Cesion derechos

Declaración de la contribución de cada autor

Solicitud de Publicación

 

Envio de manuscritos

Vía e-mail.

 • renergetica@electrica.cujae.edu.cu
 • renergetica@tesla.cujae.edu.cu
 • olgab05@electrica.cujae.edu.cu

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


 

Licencia Creative Commons

Todo o conteúdo da revista, está sob uma licença
https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR

A revista on-line é o acesso livre e aberto.

 

Faculdade Eléctrica,
Centro de InvestigaÇão e Provas Electroenergéticas, CIPEL,
Universidad Tecnológica de La Habana José Antonio Echeverría, Cujae.
Rua 114 #11901, entre Ciclovía e Rotonda.
Marianao 15. La Habana. CP 19390. Cuba.
Teléfono: (537) 266 3007



renergetica@electrica.cujae.edu.cu
renergetica@tesla.cujae.edu.cu