SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número5Bloqueo del nervio dorsal del pene en la analgesia postoperatoria en la cirugía de fimosis. Hospital Pediátrico Hermanos Cordové. Abril 2017-2018Competencia y desempeño del médico de la familia en la prevención de la conducta suicida a nivel comunitario índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Multimed

versión On-line ISSN 1028-4818

Resumen

ALONSO AGUILERA., Marleivis et al. Caracterização dos fatores predisponentes do comportamento sexual em casais inférteis. Guise. Janeiro dezembro. 2018. Multimed [online]. 2020, vol.24, n.5, pp.1022-1032.  Epub 07-Sep-2020. ISSN 1028-4818.

Introdução:

a infertilidade tem aumentado mundialmente como consequência do aumento das infecções sexualmente transmissíveis e doenças inflamatórias pélvicas, que deixam como sequelas a obstrução das tubas uterinas, além de outros fatores associados como infecções vaginais, aborto induzido e suas complicações infecciosas.

Objetivo:

caracterizar os fatores predisponentes do comportamento sexual em casais inférteis da Guisa.

Métodos:

foi realizado um estudo observacional retrospectivo. As variáveis ​​utilizadas no estudo foram idade das mulheres, número de abortos, história de infecção vaginal (por tricomonas, candida, clamídia e vaginose bacteriana). Para a realização da pesquisa, foram revisados ​​os prontuários de todas as pacientes que compareceram à consulta de infertilidade no período do estudo e elaborada uma ficha de coleta de dados. O universo foi constituído por 105 pacientes atendidos em consulta de infertilidade e a amostra foi composta por 92 pacientes que atenderam aos critérios de inclusão.

Resultados:

prevaleceram pacientes com idade média entre 25-29 anos, fatores predisponentes como aborto induzido, infecção vaginal por clamídia e salpingite como a causa mais frequente de infertilidade.

Conclusões:

a prevalência de infertilidade na Guisa é elevada, podendo ser evitada se os fatores que a originam forem geridos de forma integral. Sua abordagem abrangente e precoce pode reduzir sua incidência.

Palabras clave : Fatores predisponentes; Infertilidade; Conduta sexual.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )