SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.97 número6Análisis de algunos indicadores bibliométricos de la Revista Información Científica de la Universidad Médica de GuantánamoComportamiento de malformaciones congénitas en Guantánamo durante el año 2010 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Información Científica

versión On-line ISSN 1028-9933

Resumen

MATOS QUIALA, Hugo Ariel et al. Caracterização da gravidez ectópica. Rev. inf. cient. [online]. 2018, vol.97, n.6, pp.1100-1110. ISSN 1028-9933.

Introdução:

nos últimos 20 anos, a incidência de gravidez ectópica dobrou ou triplicou, principalmente nos países desenvolvidos. Esse aumento se comporta de maneira diferente em países, regiões ou áreas de população.

Objetivo:

caracterizar o comportamento da gravidez ectópica no Hospital Geral de Ensino de Guantánamo "Dr. Agostinho Neto" durante o ano de 2006.

Método:

o universo consistiu em 763 pacientes com gravidez ectópica no período 2002-2006. A amostra foi de 175, durante todo o ano de 2006. As variáveis estudadas foram: faixa etária, sintomas na admissão, meios de diagnóstico, formas clínicas e operações realizadas.

Resultados:

crescimento discreto foi obtido no número de gestações ectópicas durante os anos de estudo. A faixa etária de 20 a 24 anos obteve 31,4% de frequência e a de 25 a 29 e 34,9%. 85,7% dos pacientes apresentavam sintomas de dor abdominal e sangramento vaginal anormal, seguidos por dor abdominal baixa e amenorreia (78,3%). Em 73 pacientes foi diagnosticada pela clínica mais culdocentese em 41,8% dos casos e somente em 9 pela clínica mais laparoscopia.

Conclusões:

houve aumento de gravidez ectópica. O ano de maior frequência foi 2006. A faixa etária de 25 a 29 anos e as primíparas predominaram. O sintoma predominante da admissão foi dor no baixo ventre e sangramento vaginal anormal. O diagnóstico com maior frequência foi a clínica e culdocentese. A gestação ectópica complicada e instável, o local de implantação das trompas e a localização ampular com salpingectomia total como operação foram os mais frequentes.

Palabras clave : gravidez ectópica; epidemiologia; cirurgia.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )