SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.98 número6El parasitismo en películas de ciencia ficción y su empleo como herramienta para el control de las enfermedades parasitariasMorbilidad y mortalidad por neumonía grave adquirida en la comunidad, Hospital General Docente “Dr. Agostinho Neto” 2018 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Información Científica

versión On-line ISSN 1028-9933

Resumen

LEON VIDAL, Maricela de et al. Microrganismos causais de pneumonia associados à ventilação mecânica, Guantanamo 2014-2018. Rev. inf. cient. [online]. 2019, vol.98, n.6, pp.734-743.  Epub 18-Dic-2019. ISSN 1028-9933.

Introdução:

Na unidade de terapia intensiva do Hospital “Dr. Agostinho Neto” no foi especificado quais germes causam pneumonia associada à ventilação mecânica.

Objetivo:

Especificar os germes causais desse tipo de pneumonia na unidade citada nos anos de 2014 a 2018.

Método:

Estudo observacional, retrospectivo e longitudinal. O universo foi constituído por todos os pacientes diagnosticados com esse tipo de pneumonia (N=561), dos quais foi selecionada uma amostra aleatória de 200 pacientes. Foram estudadas as seguintes variáveis: total de pacientes admitidos na UTI e tratados com ventilação mecânica e seu tempo de aplicação, características dos pacientes (idade, sexo, tipo de paciente e diagnóstico na admissão), caracterização dessa pneumonia (tipo, nível de gravidade e etiologia).

Resultados:

46,8% dos pacientes tratados com ventilação mecânica apresentaram esse tipo de pneumonia e desses 94,0% apresentaram pneumonia tardia. A idade era de 56,1 ± 12,4 anos e a maioria era do sexo masculino (n=59). 65,5% apresentaram doença clínica e a mais comum foi doença cerebrovascular (24,5%). 73,5% foram ventilados por mais de cinco dias. O principal germe causal foi Klepsiella (24,5%).

Conclusão:

Klepsiella e streptococcusp pneumoneae são os germes causadores mais comuns dessa pneumonia, sendo mais comum em pacientes com formas clínicas de doença cerebrovascular.

Palabras clave : unidade de terapia intensiva; pneumonia associada à ventilação mecânica; ventilação mecânica.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )